Carlos Sainz Vence Dakar Pela 3ª Vez

O espanhol consegue vencer a prova em três carros diferentes.

0
Carlos Sainz/Lucas Cruz

Está terminada a edição 2020 do Dakar e Carlos Sainz celebra hoje a sua terceira vitória na prova. O espanhol soube fazer uso da sua experiência neste difícil rali que este ano pela primeira vez se disputou única e exclusivamente na Arábia Saudita. Aos comandos do Mini Buggy, Sainz venceu esta prova com três carros diferentes.

A derradeira etapa disputou-se hoje entre Haradh e Qiddiya, num total de 167 km. O vencedor foi Nasser Al Attiyah, que na Toyota Hilux oficial conseguiu com este resultado manter a 2ª posição na prova, com isso garantindo o degrau intermédio do pódio. A performance do piloto do Qatar fica no entanto ofuscada pela vitória de Carlos Sainz, que hoje não fez melhor que terminar a derradeira especial no 6º lugar, a 3m56s do vencedor.

“Sinto-me muito feliz, pois esta vitória é o resultado de muito esforço”, disse Carlos Sainz. “Muito treino, físico e no carro, sempre em equipa. Começámos a vencer este Dakar no primeiro dia, desde o qual sempre se andou a fundo.

Nesta derradeira etapa, o saudita Yasir Seaidan garantiu o 2º lugar à chegada a Qiddiya, ali bem junto a Riadh. Navegado pelo russo Alexy Kuzmich, Seaidan colocou a Toyota Hilux da Overdrive a 1m32s de Nasser Al Attiyah e com quase dois minutos de vantagem sobre os argentinos, Orlando Terranova/Bernardo Graue, no Mini JCW da X-Raid. Fernando Alonso/Marc Coma terminaram a etapa no 4º lugar com a Hilux da Toyota Gazoo Racing, na frente de Stéphane Peterhansel/Paulo Fiuza, em Mini Buggy. Com o 5º lugar, atrás de Nasser Al Attiyah, Peterhansel teve que se contentar com o 3º lugar da geral, a 3m37s do piloto do Qatar.

Nasser Al Attiyah/Matthieu Baumel

Nos carros, concluída que está a prova, atrás dos pilotos do pódio na classificação geral ficaram, Yaseed Al Rajhi/Konstantin Zhiltsov na Toyota Hilux da Overdrive, seguido de Giniel de Villiers/Alex Haro Bravo (Toyota Gazoo Racing). Do 6º ao 10º lugar, Orlando Terranova/Bernardo Graue (Mini JCW), foram seguidos de Bernhard Ten Brinke/Tom Colsoul (Toyota Gazoo Racing), Mathieu Serradori/Fabian Lurquin (SRT Racing), Yasir Seaidan/Alexy Kuzmich (Race World Team) e Wei Han/Min Liao (Geely Auto Shell Lubricant Team).

Casey Currie Vence Dakar nos SSV

Casey Currie/Sean Berriman

O americano Casey Currie começou a derradeira etapa do Dakar com mais de 45m de vantagem para o 2º classificado. Por isso, hoje optou por um ritmo tranquilo, que lhe permitisse festejar em Qiddiya. Na etapa, Currie terminou apenas no 12º lugar, a 10m do vencedor, o brasileiro e companheiro de equipa, Reinaldo Varela, acompanhado por Gustavo Gugelmin no Can-Am da Monster Energy.

Blade Hildebrand/François Cazalet levaram o Can-Am do Red Bull Off Road Team USA ao 2º lugar da etapa, a 24s da dupla brasileira, enquanto que os americanos Austin Jones/Kellon Walch (South Racing Can-Am) ficavam com a 3ª posição, a 3m18s.

Feitas as contas da classificação geral, Casey Currie/Sean Berriman venceram com 39m12s de vantagem sobre os russos Sergei Kariakin/Anton Vlasiuk, ficando os chilenos Francisco ‘Chaleco’ Lopez/Juan Pablo Vinagre com o derradeiro lugar do pódio.

“Dois americanos a vencer esta prova, estou a ‘flipar’. O Sean fez um excelente trabalho neste rali e a equipa também”, disse Casey Currie. “O carro esteve estupendo. Nunca mais vou esquecer este dia, esta é a mais bela vitória da minha carreira. É incrível. Houve muita pressão. Estou apaixonado por este rali. No próximo ano cá estaremos para defender o título. Estou também muito contente pelo Ricky (Brabec).”

Andrey Karginov Venceu Tudo Hoje

Andrey Karginov/Andrey Mokeev/Igor Leonov

Na derradeira etapa dos Camiões, Andrey Karginov tornou a estar imperial. O russo festejou desta forma a vitória na etapa e na prova, acompanhado pelos compatriotas Andrey Mokeev e Igor Leonov no Kamaz oficial.

Hoje, os bielorussos da Maz-Sportauto, Aliaksei Vishneuski/Maksin Novikau/Andrei Neviarovich foram os grandes adversários do Kamaz vencedor, concluindo a etapa na 2ª posição, a 2m01s. Eduard Nikolaev/Evgeny Iakovlev/Vladimir Rybakov ficaram na 3ª posição, gastando mais 2m07s que os colegas de equipa vencedores.

Na classificação geral, Karginov/Mokeev/Leonov terminaram com 42m26s de vantagem sobre Anton Shibalov/Dmitri Nikitin/Ivan Tatarinov (Kamaz) e 2h4m42s de vantagem sobre os bileorussos Siarhei Viazovich/Pavel Haranin/Anton Zaparoschchanka (Maz-Sportauto).

Texto: Jorge Cabrita – Fotos: ASO/DPPI (Eric Vargiolu, Frédéric Le Floch, Florent Gooden), Red Bull/DPPI (Marcelo Maragni, Flavien Duhamel)

Leave a Reply

avatar
  Subscribe  
Notify of