WSK Promotion Anuncia Calendário de 2020

0

A WSK Promotion já anunciou o calendário oficial de competições que levará a cabo em 2020. Este promotor de referência na cena do karting mundial renova a aposta nos cinco eventos que já organizou em 2019, além de incluir o já tradicional Winter Test, que torna a ter lugar na pista em que realiza o primeiro confronto competitivo, na semana anterior ao mesmo.

Tudo terá início a 18 de janeiro em Adria Karting Raceway, com a sessão de de Winter Test, de dois dias de duração e apenas para as categorias 60 Mini, OKJ e OK. Uma semana mais tarde (26 janeiro), corre-se o primeiro evento competitivo do ano, a WSK Champions Cup, também em Adria.

Segue-se no calendário a WSK Super Master Series, primeira competição do ano com mais de uma etapa, quatro para ser mais exato. A pista de Adria mantém-se o foco, abrindo as hostilidades a 2 de fevereiro, para as categorias 60 Mini, OKJ e OK. Depois, a 23 de fevereiro corre-se em Lonato, com a pista de Brescia a ser a primeira na temporada em que a KZ2 se junta à 60 Mini, OKJ e OK. A 8 de março, a competição viaja até La Conca, com a pista na região da Apúlia a ser visitada apenas nas categorias 60 Mini, OKJ e OK. A competição encerra a 22 de março, no mítico Circuito Internazionali de Napoli, em Sarno, de novo com a KZ2 a juntar-se às três outras categorias.

Uma semana mais tarde (29 março), ainda na pista de Sarno, inicia-se a WSK Euro Series, para as categorias 60 Mini, OKJ, OK e KZ2. Após um interregno de dois meses nas competições, a Euro Series regressa a 7 de junho, com as quatro categorias a viajarem até Lonato. A derradeira etapa desta competição, a mais importante do ano para o promotor italiano, está agendada para Adria Karting Racewaya (26 julho). Com a designação de Main Event, esta etapa para as quatro categorias tem a particularidade de ser disputada à noite.

Com o mês de agosto a servir de mais uma pausa nas competições da WSK Promotion, volta-se a competir a 20 de setembro, na primeira etapa da Open Cup, em Adria, para as categorias 60 Mini, OKJ e OK. Esta competição só conta com duas etapas e por isso encerra a 22 de novembro, em Lonato, com a KZ2 a juntar-se às outras três categorias.

Finalmente, na semana seguinte (29 novembro) e ainda em Lonato, corre-se o derradeiro evento do ano para o promotor italiano, a WSK Final Cup, para 60 Mini, OKJ, OK e KZ2.

Texto: Jorge Cabrita – Fotos: WSK e CunaPhoto

Dmitry Matveev Vence WSK Final Cup na 60 Mini

0
Dmitry Matveev (60 Mini)

Teve lugar ontem em Adria Karting Raceway WSK Final Cup, a derradeira competição internacional do ano para a WSK Promotion. No traçado situado no Norte de Itália, competiram mais de 220 pilotos divididos por quatro categorias.

Dmitry Matveev, aos comandos do Energy/TM/VEGA da Energy Corse, venceu a Final da 60 Mini. O russo assumiu a liderança no início da segunda volta, superando o seu compatriota Anatoly Khavalkin, no Parolin/TM/VEGA oficial. Depois de ter estado forte todo o fim de semana, vencendo três das quatro mangas de qualificação que disputou, foi superado por Khavalkin e pelo chinês Yuampu Cui (Tonykart/TM/VEGA) na Pré-Final A. No entanto, com um ritmo bastante forte na derradeira e decisiva corrida, Matveev impôs a ‘sua lei’, vencendo uma semana depois de já ter conquistado a WSK Open Cup. Matvvev concluiu a prova com 0.758s de vantagem sobre Khavalkin.

O pódio da 60 Mini em Adria, com Anatoly Khavalkin, Dmitry Matveev e Maksimilian Popov.

Numa prova em que o top sete foi composto por pilotos russos, a terceira posição e o derradeiro lugar no pódio foram para Maksimilian Popov, no Parolin/TM/VEGA da Baby Race Driver Academy. Popov foi também o autor da volta mais rápida (1m07.285s). A fechar o top cinco ficaram, German Foteev (Energy/TM/VEGA) e Gerasim Skulanov (IPK/TM/VEGA).

Texto: Jorge CabritaFotos CunaPhoto

Pedro Hiltbrand O Mais Forte da OKJ na WSK Final Cup

0
Pedro Hiltbrand (OK)

Analisando os detalhes mais marcantes do fim de semana na categoria OK, Pedro Hiltbrand não seria uma aposta segura no que diz respeito ao vencedor da Final Cup. Nos treinos cronometrados, foi Lorenzo Travisanutto quem se impôs e depois, nas várias mangas de qualificação, o italiano dividiu vitórias, com o companheiro de equipa Joseph Turney e com o holandês da Forza Racing, Dilano Vant Hoff (Exprit/Vortex/Bridgestone). Nas Pré-Finais, venceu Travisanutto a A e a B foi ganha pelo alemão Hugo Sasse, no Parolin/TM/Bridgestone oficial.

Na Final, Lorenzo Travisanutto liderou, mas vindo da quinto lugar, Pedro Hiltbrand (Tonykart/Vortex/Bridgestone) impôs um ritmo extremamente forte à sua prova, rapidamente superando o italiano que é seu companheiro de equipa na Tonykart Racing Team, tomando a liderança para não mais a largar. A Final foi extremamente competitiva, mas no momento derradeiro ao cruzar a linha de meta, Pedro Hiltbrand trazia uma vantagem de 2.050s sobre o britânico, também seu colega de equipa, Joseph Turney, que garantiu o degrau intermédio do pódio, após também ter superado Lorenzo Travisanutto.. Hiltbrand foi também o autor da volta mais rápida (50.634s).

O pódio totalmente Tonykart Racing Team da categoria OK em Adria, com Joseph Turney, Pedro Hiltbrand e Lorenzo Travisanutto.

Lorenzo Travisanutto garantiu o terceiro lugar nesta derradeira prova do ano, sendo seguido na classiicação pelo holandês Thomas Ten Brinke (FA Kart/Vortex/Bridgestone), com o finlandês Juho Valtanen (KR/Iame/Bridgestone) a fechar o top cinco, na frente do britânico Taylor Barnard (KR/Iame/Bridgestone).

Texto: Jorge Cabrita – Fotos: CunaPhoto

Douglas Lundberg Vence KZ2 na WSK Final Cup

0
Douglas Lundberg (KZ2)

Embora com apenas 14 pilotos em pista para a disputa da WSK Final Cup, a KZ2 foi competitiva e de certa forma havia suspense sobre quem seria o vencedor da derradeira competição do ano. Se nos treinos cronometrados havia sido o italiano Leonardo Bizzotto (Formula K/TM/Bridgestone) a impôr-se, nas mangas de qualificação e Pré-Final as vitórias foram divididas entre o também italiano Matteo Zanchi (GP/TM/Bridgestone), e o suiço Jean Luyet (CRG/TM/Bridgestone). Era pois natural, que o favoritismo na Final se dividisse entre estes dois.

Matteo Zanchi saiu na frente para a Final, mas cedo foi superado por Lorenzo Giannoni (Sodikart/TM/Bridgestone) que largou a seu lado. O francês Jean Nomblot (Sodikart/TM/Bridgestone) assumia a segunda posição, mas a meio da prova, o sueco Douglas Lundberg (Luxor/TM/Bridgestone) veio a assumir a liderança, que não mais largou até final. O sueco venceu com 3.560s de vantagem sobre o italiano Leonardo Bizzotto, autor de uma excelente ponta final de corrida e da volta mais rápida (53.272s). Harry Thompson levou o KR/Iame/Bridgestone oficial ao terceiro lugar, sendo seguido na classificação pelos suecos Benjamin Persson (CRG/TM/Bridgestone) e Jesper Sjoberg (CRG/TM/Bridgestone).

Texto: Jorge Cabrita – Fotos: CunaPhoto

O pódio da KZ2 em Adria, com Leonardo Bizzotto, Douglas Lundberg e Harry Thompson.

Andrea Kimi Antonelli Vence WSK Final Cup na OKJ

0
Andrea Kimi Antonelli (OKJ)

Com um desempenho imaculado durante todo o fim de semana, Andrea Kimi Antonelli venceu com alguma naturalidade a WSK Final Cup na categoria Júnior, fechando com ‘chave de ouro’ uma temporada em que no universo WSK também conquistou a Super Master Series, Euro Series e, no passado fim de semana, a Open Cup.

Antonelli, aos comandos do KR/Iame/VEGA da Rosberg Racing Academy, foi construindo o triunfo na Final Cup de forma consistente. Venceu as três mangas de qualificação que disputou, ganhando depois também a Pré-Final A. Na Final, durante as primeiras voltas não conseguiu contrariar a superioridade do russo Nikita Bedrin, mas acabou por naturalmente chegar à liderança, construindo uma vantagem que no fim da prova se cifrou em 6.390s.

No Tonykart/Vortex/VEGA oficial, o russo Nikita Bedrin concluiu a prova no segundo lugar. Bedrin foi o grande opositor de Antonelli durante o fim de semana, tendo inclusive sido o autor da pole position no Qualifying.

O derradeiro lugar do pódio na Final foi para o polaco Tymoteusz Kucharkzyk, no Parolin/TM/VEGA oficial. O norte-americano Ugo Ugochukwu levou o FA Kart/Vortex/VEGA da Ricky Flinn Motorsport ao quarto lugar, na frente do russo Artem Severyukhin (Tonykart/Vortex/VEGA) e do holandês Robert De Haan (Energy/TM/VEGA), que foi o autor da volta mais rápida (1m004.003s).

Texto: Jorge Cabrita – Fotos: CunaPhoto

O pódio da OKJ em Adria, com Nikita Bedrin, Andrea Kimi Antonelli e Tymoteusz Kucharkzyk.

Matveev, Antonelli, Hiltbrand e Lundberg, Vencedores da WSK Final Cup

0

O Adria Karting Raceway recebeu este fim de semana o derradeiro evento competitivo do extenso calendário do promotor italiano WSK Promotion. A WSK Final Cup, prova em formato de evento único, reuniu durante quatro dias mais de 220 pilotos de 40 países, divididos pelas categorias 60 Mini, OKJ, OK e KZ2. O evento premiou os derradeiros quatro vencedores do ano, a saber: Dmitry Matveev (60 Mini), Andrea Kimi Antonelli (OKJ), Pedro Hiltbrand (OK) e Douglas Lundberg (KZ2).

O centro operacional da WSK Promotion, este fim de semana em em Adria Karting Raceway.

A prova deste fim de semana decorreu sob condições atmosféricas bastante adversas, com o frio e chuva a acrescentarem vários graus de dificuldade à performance dos pilotos presentes, assim como às equipas. Apenas minutos antes do início das finais, a chuva deu tréguas aos participantes, permitindo que estes estivessem mais confortáveis para concluir a 14ª temporada da WSK Promotion na cena do karting internacional.

Venha agora a temporada de 2020, que terá o seu primeiro evento competitivo, a WSK Champions Cup, também em Adria Karting Raceway, a 20 de janeiro.

Texto: Jorge Cabrita – Fotos: CunaPhoto

Al Dhaheri, Bedrin, Travisanutto e Bizzotto com a Pole em Adria

0
Rashid Al Dhaheri (60 Mini)

Os autores da pole position na WSK Final Cup, após as sessões de Qualifying hoje realizadas são, Rashid Al Dhaheri na 60 Mini, Nikita Bedrin na OKJ, Lorenzo Travisanutto na OK e Leonardo Bizzotto na KZ2.

Adria Testa os Mais de 220 Pilotos Presentes à WSK Final Cup

Nikita Bedrin (OKJ)

A Final Cup é a mais recente prova da dureza dos desafios das competições levadas a cabo pela WSK Promotion. Trata-se do derradeiro evento do ano, em Adria Karting Raceway, pista localizada em Adria, no norte de Itália. Para este evento, estão presentes mais de 220 participantes, oriundos de 40 países de todo o mundo. Os treinos cronometrados e as primeiras mangas de qualificação deste evento de uma única prova tiveram lugar sob chuva intensa, o que dificultou bastante o trabalho de pilotos e equipas.

Rashid Al Dhaheri com o melhor tempo na 60 Mini

Na categoria 60 Mini, o mais forte no dia de hoje foi Rashid Al Dhaheri (Parolin/TM/VEGA). O piloto dos Emirados Árabes Unidos, a correr na equipa de fábrica Parolin, registou a sua melhor volta em 1m15.089s, sendo 0.056s mais rápido que o russo Kirill Kustkov no Egergy/TM/VEGA oficial. O francês Louis Iglésias (IPK/TM/VEGA) ficou com o terceiro melhor tempo, seguido do recente vencedor da Open Cup, Dmitry Matveev (Energy/TM/VEGA) e de Jules Caranta (Tonykart/Vortex/VEGA).

Nikita Bedrin o mais rápido na OKJ

Com um ritmo bastante forte nas dificeis condições de pista hoje em Adria, o russo Nikita Bedrin impôs-se na categoria OKJ, registando a melhor volta no Tonykart/TM/VEGA oficial em 1m06.276s. O segundo melhor tempo foi para o piloto de Singapura, Christian Ho (KR/Iame/VEGA) com mais 0.038s. Robert De Haan levou o Energy/TM/VEGA oficial ao terceiro melhor tempo, seguido dos italianos Christian Bertuca (Birel ART/TM/VEGA) e Andrea Kimi Antonelli (KR/Iame/VEGA).

Lorenzo Travisanutto (OK)

Na OK, o mais forte no dia de hoje foi o italiano Lorenzo Travisanutto (Tonykart/TM/Bridgestone), que garantiu a pole position com uma volta em 1m05.079s. O seu companheiro na equipa oficial Tonykart, Joseph Turney, ficou com a segunda melhor marca da sessão (1m05.146s), enquanto que o espanhol Josep Martí Sobrepera fechava um top três da fábrica nos arredores de Brescia com a 3ª melhor volta (1m05.235s). Hugo Sasse (Parolin/TM/Bridgestone) e Danny Carenini (Tonykart/Vortex/Bridgestone) fecharam o top dos cinco mais rápidos.

Leonardo Bizzotto (KZ2)

Na KZ2, o italiano Leonardo Bizzotto impôs-se nas difícieis condições de pista em que decorreu a sessão de qualificação. No Fórmula K/TM/Bridgestone, Bizzotto fixou a marca da pole position em 1m04.903s, sendo seguido pelo compatriota Matteo Zanchi (GP/TM/Bridgestone) a 0.160s.

Numa sessão com apenas 14 pilotos presentes, o sueco Jesper Sjoberg (CRG/TM/Bridgestone) foi o terceiro mais rápido, seguido de Lorenzo Giannoni (Sodikart/TM/Bridgestone) e do ucraniano Slavik Putyatin (Sodikart/TM/Bridgestone).

Fotos: Oficiais/CunaPhoto

Joseph Turney Vence OK em Castelletto

0
Joseph Turney venceu na categoria OK

Joseph Turney foi o vencedor da Final da OK na última etapa da WSK Final Cup, no passado fim de semana disputada no Circuito Internacional dos 7 Lagos, em Castelletto di Branduzzo (Itália). Aos comandos do Tonykart/Vortex/Bridgestone oficial, Turney triunfou na Final com ‘infimos’ 0.059s de vantagem sobre Taylor Barnard, o grande favorito ao primeiro lugar do pódio. Barnard teve uma corrida difícil, chegando a cair para trás do top seis. No entanto, o piloto da Rosberg Racing Academy soube reagir a tempo e recuperar posições no KR/Iame/Bridgestone, vindo a garantir a vitória na WSK Open Cup, totalizando 220 pontos. Nas contas finais da competição, Joseph Turney ficou na segunda posição, com 188 pontos.

Taylor Barnard (OK)

O russo Kirill Small levou o Tonykart/Vortex/Bridgestone da Ward Racing ao derradeiro lugar do pódio na corrida, sendo seguido na classificação por Dilano Vant Hoff (Exprit/TM/Bridgestone) e Lorenzo Travisanutto (Tonykart/Vortex/Bridgesttone). O autor da volta mais rápida (47.807s) foi Luigi Coluccio, num Kosmic/Vortex/Bridgestone oficial.

Ainda o russo Kirill Smal, acumulou ao terceiro lugar na corrida essa mesma posição nas contas finais da Open Cup, com 171 pontos.

Fotos: CunaPhoto – FM Press

Dmitry Matveev Vence 60 Mini em Castelletto

0
Dmitry Matveev (60 Mini)

Dmitry Matveev(Energy/TM/VEGA) foi o grande vencedor da Final (A) para a 60 Mini, na conclusão da WSK Open Cup, no Circuito Internacional dos 7 Lagos, em Castelletto di Branduzzo (Itália). O russo foi forte todo o fim de semana, vencendo as três mangas de qualificação em que participou, além da Pré-Final. Na Final de 10 voltas, geriu uma magra vantagem até ao derradeiro cruzar da linha de meta, terminando 0.269s na frente de Nikola Tsolov (Parolin/TM/VEGA).

No derradeiro lugar do pódio ficou outro russo, Gerasim Skulanov, no IPK/TM/VEGA da Fórmula K Júnior Team. O austríaco Kiano Blum (Parolin/TM/VEGA e o polaco Jan Przyrowski (Parolin/TM/VEGA) fecharam o top cinco.

Relativamente às contas finais da 60 Mini na WSK Open Cup, a vitória ficou ‘basicamente’ entregue a Nikola Tsolov ainda na primeira etapa, em Lonato. De qualquer forma, o búlgaro esteve forte no Circuito Internacional dos 7 Lagos, levando o Parolin/TM/VEGA do Team Driver Racing Kart ao degrau intermédio do pódio. Nas contas finais da competição, Tsolov totalizou 220 pontos, mas 68 que o seu mais direto perseguidor, Dmitry Matveev. O terceiro lugar na categoria pertenceu ao tailandês Enzo Tarvanichkul (Parolin/TM/VEGA).

Nikola Tsolov, vencedor da WSK Open Cup na 60 Mini

Texto: Jorge Cabrita – Fotos: CunaPhoto – FM Press

WSK Open Cup Terminou em Castelletto

0
O pódio da categoria OK, em Castelletto di Branduzzo

O Circuito Internacional dos 7 Lagos, em Castelletto di Branduzzo (Lombardia, Itália), foi no passado fim de semana o palco para a derradeira etapa da WSK Open Cup. A pista que no nome homenageia os sete lagos que a ladeiam, recebeu 160 pilotos oriundos de vários países, que se dividiram entre as categorias 60 Mini, OKJ e OK.

A prova, de uma competição com duas jornadas (Lonato, Castelletto), concluiu ainda a temporada no calendário internacional da WSK Promotion. Durante o fim de semana, em treinos livres e cronometrados, mangas de qualificação e Finais, assistiu-se a intensas e equilibradas corridas, com inúmeras disputas por posição, sob o olhar atento do muito público que visitou o traçado, sendo de notar a presença de Nico Rosberg, proprietário da Rosberg Racing Academy e ex-Campeão do Mundo de Fórmula 1 (2016).

Nico Rosberg (Rosberg Racing Academy)

No Domingo, a competição encerrou com a disputa das cinco Finais, nas categorias 60 Mini, OKJ e OK. Na 60 Mini, Olekasnder Bondarev (Tonykart/Vortex/VEGA) venceu a Final B, enquanto que na prova principal (Final A), a vitória foi para Dimitri Matveev, no Energy/TM/VEGA da Energy Corse.

A OKJ também teve direito a duas Finais. O sueco William Siverholm levou o Tonykart/Vortex/VEGA da Ward Racing à vitória na Final B, enquanto que a Final A foi ganha por Andrea Kimi Antonelli no KR/Iame/VEGA da Rosberg Racing Academy.

O Circuito Internacional dos 7 Lagos, em Castelletto di Branduzzo (Itália)

Na categoria OK, com apenas 40 pilotos a marcarem presença para a derradeira etapa da WSK Open Cup, disputou-se a Final A, com a vitória a sorrir ao britânico Joseph Turney, no Tonykart/Vortex/Bridgestone oficial.

Nas contas finais das três categorias, o búlgaro Nikola Tsolov (Parolin/TM/VEGA) venceu a Open Cup na 60 Mini (220 pontos), Andrea Kimi Antonelli (KR/Iame/VEGA) foi o mais forte na OKJ (227 pontos), enquanto que Taylor Barnard (KR/Iame/Bridgestone) se superiorizou na OK (220 pontos).

Fotos: CunaPhoto – FM Press

MAIS NOTÍCIAS