Dakar: Primeira Vitória Para Mathieu Serradori

O fancês explorou ao máximo os trilhos deixados pelos carros que sairam à sua frente, para impôr pela primeira vez o buggy Century na vitória de uma etapa.

0
Mathieu Serradori/Fabian Lurquin

Realizou-se hoje a 8ª etapa do Dakar, apenas dedicada aos carros, SSV e camiões, já que na sequência da morte de Paulo Gonçalves, não foram incluidas na tirada as motos e quads. Na especial de 477 quilómetros, com partida e chegada a Wadi Al Dawasir, estreou-se a vencer o francês Mathieu Serradori. Aos comandos do buggy Century, navegado pelo belga Fabian Lurquin, Serradori já havia deixado excelentes indicações em várias etapas da prova, mas hoje teve aquele que foi até agora o seu ponto alto. O francês tirou partido dos trilhos deixados pelos carros oficiais que saíam à sua frente e que, sem as marcações no percurso deixadas por motos e quads, acabaram por se perder algumas vezes, atrasando-se com isso e facilitando a vida de quem vinha atrás. Por isso, não é surpresa que na especial de hoje, praticamente não tenham estado carros das mais importantes equipas nas primeiras posições. Serradori venceu a etapa de forma concludente, com 4m4s sobre o seu mais direto perseguidor.

“Estou encantado com esta vitória, é uma história bonita”, disse Mathieu Serradori. “A especial de ontem foi muito complicada, pois cometemos um erro que nos saiu muito caro. Esta manhã arregaçámos as mangas e deixámos todos para trás. Quero dedicar esta vitória ao Paulo Gonçalves, porque sou um ex-motard. Não é fácil conseguirmos motivação depois do dia terrivel de ontem, o meu navegador também. Mas somos dois guerreiros dentro do carro e estou muito feliz com este resultado.”

Num dia em que muito correu mal aos principais favoritos e equipas melhor classificadas, entre os carros oficiais, Fernando Alonso foi a exceção. O espanhol, navegado pelo compatriota e vencedor da prova nas motos, Marc Coma, está cada vez mais adaptado à condução neste tipo de rali e à Hilux da Toyota Gazoo Racing, tendo garantido hoje a 2ª posição na etapa. O ritmo de Alonso foi bastante forte e, apesar de ter furado por uma vez, o ex-piloto de Fórmula 1 começa a ‘cheirar’ as chances de vencer uma especial na sua primeira participação na prova.

Fernando Alonso/Marc Coma

Os argentinos Orlando Terranova/Bernardo Graue, ficaram com a 3ª posição na etapa. Depois de terem liderado o Dakar na 2ª etapa, os sul-americanos ficaram arredados das posições cimeiras, já que o seu Mini JCW não tem as apetências atuais dos seus adversários, buggy Mini e Toyota Hilux. No entanto, hoje tornaram a garantir um lugar de relevo, ficando com a 3ª posição, a 6m dos vencedores.

Orlando Terranova/Bernardo Graue

O sul-africano Giniel de Villiers, ficou com o 4º lugar na etapa, colocando a Hilux da Toyota Gazoo Racing, navegada pelo espanhol Alex Haro Bravo a 6m29s dos vencedores, a apenas 10s do Mini de Terranova.

Yazeed Al Rahji/Konstantin Zhiltsov, fecharam o top cinco, na Toyota Hilux da Overdrive.

Giniel de Villiers/Alex Haro Bravo

Relativamente aos três melhores da classificação geral, os que se deram menos mal hoje foram Stéphane Peterhansel/Paulo Fiúza, que colocaram o Mini Buggy no 9º lugar da etapa, a 13m11s dos vencedores. Nasser Al Attiyah/Matthieu Baumel levaram a Toyota Hilux ao 11º lugar, perdendo mais de um minuto e meio para Peterhansel, enquanto que Carlos Sainz/Lucas Cruz terminaram em 15º, a 19m15s.

Na classificação, Carlos Sainz permanece líder, mas agora a 6m40s de Nasser Al Attiyah, que por sua vez tem 6m51s de vantagem sobre Stéphane Peterhansel.

Reinaldo Varela Vence Etapa nos SSV

Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin

A dupla Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin era à partida uma das grandes favoritas à vitória na prova para os SSV e hoje venceu a etapa. Aos comandos do Can-Am da Monster Energy, os brasileiros impuseram-se por 22s aos chilenos, Francisco ‘Chaleco’ Lopez/Juan Pablo Vinagre, no Can-Am da South Racing. Já a 7m21s dos vencedores, chegaram os americanos, Austin Jones/KellonWalch, noutro Can-Am da South Racing.

Casey Currie/Sean Berriman

Sergey Kariakin/Anton Vlasiuk ficaram na 4ª posição, seguidos de Conrad Rautenbach/Bianchi Prata, no PH-Sport.

Os americanos, Casey Currie/Sean Berriman, não foram além do 7º lugar na etapa, no entanto mantêm a liderança entre os SSV, com 15m40s de vantagem sobre ‘Chaleco’ Lopez.

Andrey Karginov Soma e Segue nos Camiões

Andrey Karginov/Andrey Mokeev/Igor Leonov

Nos Camiões, a etapa de hoje traduziu-se em mais uma vitória para o Kamaz de Andrey Karginov/Andrey Mokeev/Igor Leonov. Hoje, os russos terminaram a etapa com uma vantagem de 5m54s sobre os colegas de equipa e compatriotas, Anton Shibalov/Dmitri Nikitin/Ivan Tatarinov. Os checos Ales Loprais, Petr Pokora, acompanhados do mecânico Khalid Alkendi, dos Emirados Árabes Unidos, ficaram com a 3ª posição na etapa.

Ales Loprais/Petr Pokora/Khalid Alkendi

Na classificação, a vantagem de Kaginov é agora de 27m6s sobre Shibalov. Siarhei Viazovich/Pavel Haranin/Anton Zaparoschchanka seguem com o Maz-Sportauto na 3ª posição, a 1h5m17s.

A etapa de amanhã, a 9ª da prova, liga Wadi Al Dawasir a Haradh, tendo 476 km de ligação e uma especial de 410 km.

Texto: Jorge Cabrita – Fotos: ASO/DPPI (Eric Vargiolu, François Flamand, Florent Gooden, Charly López), Red Bull (Marcelo Maragni)

A impressionante região de Wadi, com os imponentes canyons.

Leave a Reply

avatar
  Subscribe  
Notify of