Douglas Lundberg (KZ2)

Embora com apenas 14 pilotos em pista para a disputa da WSK Final Cup, a KZ2 foi competitiva e de certa forma havia suspense sobre quem seria o vencedor da derradeira competição do ano. Se nos treinos cronometrados havia sido o italiano Leonardo Bizzotto (Formula K/TM/Bridgestone) a impôr-se, nas mangas de qualificação e Pré-Final as vitórias foram divididas entre o também italiano Matteo Zanchi (GP/TM/Bridgestone), e o suiço Jean Luyet (CRG/TM/Bridgestone). Era pois natural, que o favoritismo na Final se dividisse entre estes dois.

Matteo Zanchi saiu na frente para a Final, mas cedo foi superado por Lorenzo Giannoni (Sodikart/TM/Bridgestone) que largou a seu lado. O francês Jean Nomblot (Sodikart/TM/Bridgestone) assumia a segunda posição, mas a meio da prova, o sueco Douglas Lundberg (Luxor/TM/Bridgestone) veio a assumir a liderança, que não mais largou até final. O sueco venceu com 3.560s de vantagem sobre o italiano Leonardo Bizzotto, autor de uma excelente ponta final de corrida e da volta mais rápida (53.272s). Harry Thompson levou o KR/Iame/Bridgestone oficial ao terceiro lugar, sendo seguido na classificação pelos suecos Benjamin Persson (CRG/TM/Bridgestone) e Jesper Sjoberg (CRG/TM/Bridgestone).

Texto: Jorge Cabrita – Fotos: CunaPhoto

O pódio da KZ2 em Adria, com Leonardo Bizzotto, Douglas Lundberg e Harry Thompson.

Leave a Reply

avatar
  Subscribe  
Notify of