Mercedes-AMG Confirma Presença no Intercontinental GT Challenge

Marca inscreve seis carros para as Liqui-Moly 12 Horas de Bathurst, três deles na classe Pro.

0

A Mercedes-AMG é mais uma marca a confirmar a sua presença este ano no Intercontinental GT Challenge powered by Pirelli. A marca germânica falhou por muito pouco a conquista desta competição em 2019, apesar de ter sido líder durante grande parte da temporada. Os seus pilotos, Maxi Goetz, Maxi Bühk e Raffaele Marciello terminaram o campeonato em 2º, 3º e 4º, enquanto que a Porsche venceu por apenas sete pontos o campeonato de Construtores.

Neste novo ano da competição idealizada por Stéphane Ratel e levada a cabo pelo SRO Motorsports Group, a Mercedes-AMG volta com nova vontade de lutar pelos títulos em disputa. Na primeira etapa do campeonato, as Liqui-Moly 12 Horas de Bathurst (31 janeiro a 2 fevereiro), irão estar seis Mercedes com estatuto oficial, três deles na classe PRO. Os carros germânicos são já os de 2020, devidamente homologados.

Ao volante do Mercedes-AMG da GruppeM Racing, carro que em 2019 esteve a lutar pelo título, mantêm-se Maxi Bühk e Raffaele Marciello, que este ano são ainda acompanhados do brasileiro Felipe Fraga, o ano passado vencedor de competições de GT3 na Europa e América.

No carro do Team Craft Bamboo Black Falcon estarão Maro Engel, Yelmer Buurman e Luca Stolz e a Black Falcon ainda terá outro carro, o Triple Eight Race Engineering entregue a Maxi Goetz e às ‘estrelas’ dos australianos V8 Supercars, Jamie Whincup e Shane van Gisbergen.

Haverá ainda três carros da Mercedes-AMG, um na categoria Pro-Am e dois na Silver Cup. Na Pro-Am, também inscrito pela Triple Eight Race Engineering, está o carro de Yasser Shahin, Sam Shahin, Anton de Pasquale e Nick Foster, vencedor das 8 horas da Califórnia. As entradas na Silver Cup são da Black Falcon, para Patrick Assenheimer, Sergey Afanasiev e um terceiro piloto que ainda será anunciado e da SunEnergy 1 Racing, entregue ao vencedor da AM Cup em 2018, Kenny Habul, que será acompanhado de Dominik Baumann, Martin Konrad e do australiano David Reynolds.

Texto: Jorge Cabrita – Fotos: Intercontinental GT Challenge

Leave a Reply

avatar
  Subscribe  
Notify of